Vídeo Pescaria em Alto Mar com Jack

Vídeo

 

A pescaria realizada pelo Jack da Equipe de Pesca Guaru Fishing levou para a Ponta de Joatinga em Paraty no Estado do Rio de Janeiro uma turma de 17 pescadores sendo eles: Jack, Toninho Caracachá, Jefferson, Véio, Leandro, Mike, Léo, Lucas, Mario, Eros, João, Eduardo, Meninão, Tata, Primo do Leandro, Zézinho e Jacaré

Para a pescaria foi alugado uma Van Sprinter 2010 com todo o conforto que o pescador merece, afinal de contas até Paraty são nada mais nem menos do que cinco horas de carro e mais 2:00 Horas até a Ponta de Joatinga, onde os pescadores irão ficar alojados para degustarem do churrasco e poder descansar a cada pescaria realizada.

Com a saída programada para sexta-feira dia 27.08 as 4:30 da manhã e a volta para domingo após o almoço a turma já não agüentava mais chegar a hora da tão falada viajem à Ponta de Joatinga uma lugar paradisíaco e inesquecível e lógico com muitos peixes.

Sendo uma reserva tombada pelo Ibama onde só algumas famílias de pescadores podem habitar o local é sem dúvida alguma um ótimo local para a prática de pesca embarcada e para a pesca sub-aquática como a distância entre Paraty e a Ponta de Joatinga leva de barco aproximadamente de 02 á 03 horas de viajem, não é comum avistar barcos praticando o turismo da pesca e a vila de pescadores tem por sua base a pesca de rede que chamam de cerco do qual cada família tira daí seu sustento.

As casas dos pescadores são bem aconchegantes e tem painéis para captação de energia solar, casas totalmente de alvenaria com: sala, cozinha quarto e banheiro, ainda equipadas com fogão, churrasqueira e um delicioso banho com água da montanha para pescador nenhum ter o que reclamar.

Foi utilizado para esta Pescaria 02 barcos e duas casas cedidas gentilmente pelo Sr. Néjio e seu filho Leandro, Chegamos ao destino por volta da 13:00 horas e a turma já não via a hora de colocar a vara na água, mas, como houve uma virada do tempo que infelizmente teve um vento muito forte e deixou a pescaria um pouco comprometida, a turma pescou próximo a vila e não houve muita ação dos peixes, mas nada de desanimar a galera que na noite de sexta já estavam comentando os fatos e os tropeços uns dos outros dando risadas e se deliciando de um delicioso churrasco com salada e uma saborosa caipirinha feita pelo nosso expert em cachaça o Sr. Meninão. Por volta das 23:00 horas quando todos já estavam se preparando para repousar alguns pescadores ainda estavam comentando as maravilhas que era aquele lugar.

No sábado por volta das 5:00 horas o infeliz do pescador Jack que não dorme nem a pau resolve acordar todos para fazerem o café da manhã e irem a labuta, por volta das 7:00 horas todos os pescadores já estavam em seus respectivos barcos e prontos para a pesca e graças ao bom Deus o tempo deu uma trégua e abriu um sol maravilhoso e sem nenhum vento o que foi o suficiente para um ótimo dia de pescaria.

O nosso amigo e piloteiro Sr. Néjio decidiu nos levar a um lugar bem distante, no qual ele garantiu que ali com certeza todos os presentes iriam se esbaldar e como ele próprio falou assim foi, ficamos próximo das pedras numa ilhota a uma distancia de não mais de 10 metros do paredão e os dois barcos ficaram um ao lado do outro, certo tempo de pesca com o piloteiro pegando várias garopas veio a gozação de todos com o pescador Jefferson que só entrava no linha dele as benditas moréias, para qual surpresa na hora de tirar o anzol da boca da dita cuja ela me escapa e morde o tênis dele para supresa de todos o Dr. Jefferson me solta um grito daqueles que só quem estava presente sabe o danado senta e não fala pra ninguém, mas brincadeiras à parte ele foi o campeão das moréias era ele iscas a lula inteira e lá vinham elas eu creio que só ele pegou umas dez moréias gigantes, e para a alegria de todos o nosso amigo piloteiro Sr. Néjio pegou umas dez garoupas.

Nossos amigos Toninho Caracachá e Jefferson deram como sempre uma aula de pesca e humor para todos os presentes, além de incentivarem a pesca eles ainda davam dicas para aqueles que estavam com suas tralhas erradas para a prática em questão, por volta das 14:00 horas todos já estávamos cansados que pegar peixes de costão: Vermelho Cioba, Olho de Cão, Garoupas, Moréias e Budião, comentamos com o piloteiro qual o melhor lugar para pegar umas corvinas e não é que danado conhece tudo, nos levou ao poço das corvinas os dois barcos encostados um ao lado do outro era descer a linha e pronto lá esta a corvina com a isca na boca, e não era com camarão não as corvinas queriam comer lulas e se o pescador tivesse pescando com 02 anzóis com certeza ele levantaria 02 corvinas, a pescaria estava excelente e por volta das 18:00 horas já não havia mais lugar para se colocar peixes as 05 caixas de 120 lts que levamos foi pouco para tanto peixe, retornamos ao rancho onde todos tomaram seu tão merecido banho e degustaram de um delicioso churrasco acompanhado da tão falada caipirinha do nosso amigo meninão.

No domingo quando todos já estavam acordados decidimos que era hora de irmos embora porque não tinha-mos onde guardar peixes e só ficamos contando vantagem um do outro, nossos amigos Toninho e Jefferson levaram os equipamentos para mergulho e o dia estava ótimo para a prática, mas como todos já estavam prontos para a viajem de volta eles decidiram que na próximo ida a Ponta de Joatinga eles irão realizar a pesca sub-aquática, agora é esperar e ver o resultado da próxima.

Já tenho agendado com nosso amigo Néjio uma pescaria em Outubro e outra para Novembro, quem tiver vontade de conhecer o lugar favor entrar em contato.

Para maiores informações entre em contato com o Jack da Equipe Guaru Fishing no Tel. 11-2447.0136 11-9819.6686 Nextel 54*6971 que ele terá o maior prazer em dar todos as dicas para a sua próxima pescaria